ENTREVISTA COM NERVOCHAOS

Imagem

Um dos grandes nomes do Metal Extremo nacional hoje em dia o NERVOCHAOS, estará se apresentando na 10° edição do BOQUEIRÃO ROCK METAL FESTIVAL, A banda ja fez vários shows por países europeus, asiáticos e claro por paises vizinhos. Possuem 6 álbuns incluindo ai um ao vivo. Seus mais recentes lançamentos foram o fantástico e destruidor álbum “To The Death” e o BOX SET – DVD “17 Years of Chaos” em comemoração aos seus 17 anos de existência. Bom tive a honra de entrevistar o Edu lane, lider/fundador da banda e grande batalhador na cena nacional… Confiram e conheçam mais sobre esta grande banda do Metal nacional…

1.         Saudações caro amigo Edu! Pra dar inicio a essa entrevista eu gostaria de saber como tem sido manter por esses 17 anos a NervoChaos na ativa e como que começou a jornada…

(Edu) Tocávamos numa banda chamada Siegrid Ingrid e estávamos tendo vários problemas com o vocalista da banda, o que acabou gerando a nossa saída e a formação do NervoChaos. Saímos todos, recrutamos um vocalista e em menos de um mês de banda lançamos a nossa primeira demo-tape. A partir dai, caímos na estrada e não paramos mais desde então, sempre fazendo lançamentos e turnês. Durante estes 17 anos houveram momentos muito difíceis mas houveram também momentos muito gratificantes e importantes para a historia da banda. Quando você faz o que gosta consegue superar todas as dificuldades e obstáculos que eventualmente surgem e que venham, no mínimo, mas 17 anos.

2.         Por esses 17 anos já passaram pela banda muita gente, ne? Quais são os motivos que mais causaram saídas de membros na banda? Isso atrapalhou muito o desenvolvimento da banda?

(Edu) Mudanças de formação sempre atrapalham o andamento da banda, mas infelizmente estas mudanças foram necessárias para que a banda conseguisse sobreviver e continuar trilhando o seu caminho. Os motivos mais frequentes são externos, ou seja, problemas com drogas, família/namorada/esposa, ego, falta de comprometimento ou eventualmente a parte financeira mesmo. Houveram também saídas da banda por discordância de estilo ou temática, mas atualmente temos um bom relacionamento com todos os ex-membros com exceção de um.

3.         NervoChaos já fez varias turnês fora do Brasil. Como foi esta pela primeira vez indo tocar fora e o que deu pra tira dessa experiência?

(Edu) As turnês são sempre um excelente aprendizado para a banda e através delas é que conseguimos crescer como músicos e como banda. A primeira experiência, neste sentido, no exterior foi em 2008 quando fizemos a nossa primeira turnê pela Europa. Foram 24 shows em 25 dias e foi extremamente gratificante e positiva a experiência. A cada turnê procuramos evoluir, melhorar e crescer, mas sem deixar de ser fiel as nossas raízes e a nossa proposta inicial.

4.         Acho que a turnê com o Ragnarok deve de ter sido muito foda! Mais como foi esta em turnê com os baianos do Headhunter DC pela Europa?

(Edu) Felizmente todas as turnês que fizemos na Europa foram muito especiais e cada uma a sua maneira. A turnê com o Ragnarok foi a maior e mais estruturada que fizemos ate o momento, foram 33 shows seguidos. Com o Headhunter DC também foi muito especial, pois além de ser uma banda lendária e detonarem todas as noites, é sempre muito gratificante poder fazer turnê junto com amigos. Esperamos muito podermos fazer mais turnês junto com eles. Grandes caras e uma grande banda.

5.         Edu tu organizou vários show foda na capital paulista e também agenciou varias turnês pelo pais. Por que decidiu para as atividades sua com a Tumba e que conselhos, você com toda a sua experiência, dar pra quem ta querendo ou ta ai na luta de organização de shows, festivais e agenciamento de shows e turnês?

(Edu) Agendei shows e turnês pelo Brasil e América Latina por 17 anos e no inicio deste ano percebi que o meu ciclo estava completo e que havia chegado o momento de encerrar a TUMBA, e seguir em frente, e foi exatamente isso que fiz. Meu conselho é primeiramente gostar daquilo que faz, ser correto/honesto e procurar fazer o melhor possível sempre, sem dar um passo maior do que a perna ou sem tentar abraçar o mundo sozinho.

Imagem

6.         A banda possui em sua discografia três demos, seis álbuns e recentemente foi lançado um Box com dois DVD e mais um CD. Gostaria que falasse um pouco sobre cada uma destas obras para que o pessoal possa conhecer um pouco da longa discografia do NervoChaos.

(Edu) Claro. A nossa primeira demo-tape se chama ‘NervoChaos’ e foi lançada em 1996 contendo 4 faixas. O primeiro CD foi lançado em 1998 contendo 13 faixas e se chama ‘Pay Back Time’. A nossa sonoridade na época era mais calcada no Thrash Metal com pitadas de HC e Grind. A nossa segunda demo-tape também contem 4 faixas, se chama ‘Disfigured Christ’ e foi lançada no ano 2000. Em 2002 saiu o nosso segundo CD ‘Legion of Spirits Infernal’ contendo 13 faixas. Tanto a segunda demo-tape, como o segundo CD trazem uma sonoridade mais voltada para o Death Metal tradicional (ou old school). Em 2004 lançamos a nossa terceira demo-tape, ‘Necro Satanic Cult’ contendo 4 faixas. Em 2006 saiu o nosso terceiro CD ‘Quarrel in Hell’. Ambos lançamentos apresentam a banda com uma sonoridade mais elaborada, mais brutal e uma temática ainda mais focada no satanismo. Em 2010 foi lançado o nosso quarto CD ‘Battalions of Hate’ e em 2011 saiu o nosso primeiro álbum ao vivo o ‘Live Rituals’. Percebe-se claramente uma tremenda evolução sonora se compararmos aos lançamentos anteriores, trazendo uma banda mais madura e bem próxima de encontrar a sua sonoridade própria. Em 2012 foi lançado o ‘To The Death’ que acredito ser o nosso melhor material ate o momento. E finalmente, em 2013, lançamos o box-set ’17 Years of Chaos’.

7.         O “Battalion of hate” foi lançado pela Tumba Rec, um álbum brutal em todos os sentidos, pois o mesmo traz não so musicas extremamente brutas, mais também um encarte/embalagem infernal e muito luxuoso e lindo em um formato digipack que aberto torna-se uma cruz invertida. Como foi lançar uma obra como essa e pq não continuaram com a Tumba Rec.?

(Edu) A TUMBA é um selo que tenho para eventuais lançamentos da banda quando não conseguimos uma boa oferta com outros selos ou quando queremos lançar algo de forma independente. Sempre procuramos fazer algo especial para os fas da banda e no caso do ‘Battalions of Hate’, a primeira prensagem (1000 copias) saíram em digipack que se torna uma cruz invertida. As demais prensagens trazem um encarte diferente e um bônus contendo duas faixas extras.

8.         “To the death” é o mais novo álbum da carreira de vocês e o mesmo foi lançado pela Cogumelos Rec, gravadora que lançou clássicos absolutos do Metal nacional de bandas como Headhunter DC, Sarcófago, Sepultura e outros… Como é pode ter o suporte de uma gravadora que lançou tantos clássicos?

(Edu) Sempre sonhamos em fazer parte de um selo como a Cogumelo e estamos extremamente satisfeitos com o trabalho que eles vem fazendo e acredito que eles também estão satisfeitos conosco. Fazer parte da Cogumelo é realmente muito especial para gente, pois são os pioneiros, muitas das bandas que nos influenciam fazem (ou fizeram) parte do seu cast e além disso, a Cogumelo sempre apoiou e lutou em prol da cena nacional. Esperamos que essa parceria dure muitos anos.

9.         Tu não acha que essa arte do Joe Petagno, que já trabalhou com nomes como Led Zeppelin e Motorhead, merecia um digipack de luxo? Como é ter uma arte de um mestre como ele no álbum de sua banda?

(Edu) Realmente foi um prazer enorme e a realização de um sonho poder trabalhar com o Joe Petagno. Claro que merecia algo especial mas optamos pelo formato em vinil do ‘To The Death’ que saiu agora em Dezembro, também via Cogumelo (no Brasil) e Grey Haze (nos EUA).

10.       As letras no geral falam sobre quais temas e de onde surgem inspiração para escrever?

(Edu) A temática da banda aborda temas sobre satanismo, ocultismo, guerras, gore/splatter e a dura realidade do dia a dia. A inspiração vem de experiências que vivenciamos e fatos que vivemos no cotidiano.

Imagem

11.       NervoChaos faz 17 anos e ai lançaram o Box Set – “17 Years of Chaos”. O conteúdo desta obra deve de ser fudido pra caralho!!! Nos fale um pouco sobre o seu conteúdo e como foi o trabalho pra juntar tudo e fazer esta obra?

(Edu) Trabalhamos forte durante um ano e nove meses neste projeto e foi algo realmente intenso e cansativo mas acredito que o resultado final ficou excepcional e estamos realmente muito satisfeitos e honrados com o box-set. Acho que a banda merecia um registro a altura e acredito que conseguimos atingir o nosso objetivo. O box-set contem dois DVDs, um CD e um livreto. O primeiro DVD é um documentário sobre toda a historia da banda. O segundo DVD mostra o concepção, gravação, lançamento e o primeiro ano da turnê ‘To The Death. O CD contem 4 faixas ao vivo do ‘To The Death’ além de trazer na integra todas as demo-tapes da banda.

12.       Acredito que não é fácil conciliar a vida pessoal dos membros da NervoChaos com os compromissos da banda. Como lidam com isso e o que fazem para sobreviver, já que eu acredito que não vivam da NervoChaos, ne?

(Edu) De fato não vivemos exclusivamente da banda. Acho que a chave de tudo isso é uma boa programação e com o máximo de antecedência possível. Conciliar as coisas nem sempre é tranquilo, mas quando todos tem o mesmo foco, objetivos e interesse as coisas se tornam mais viáveis.

13.       No facebook é fácil ver muita gente dizer que apóia a cena nacional e as bandas underground e que amam o Rock/Metal, mais a real é bem diferente. Qual a sua opinião sobre isso e o que dizer para esses que preferem ficar em casa atrás de um computador ao invés de ir aos shows. Obter os materiais das bandas de sua preferência e ajudar o underground a ser mais forte?

(Edu) Eu vejo da seguinte forma, acredito que a internet é uma excelente ferramenta e realmente é muito bom por uma serie de fatores, mas não devemos ficar escravos do computador e da internet. Devemos sair e viver a vida real e utilizar a internet como uma ferramenta que lhe proporciona varias vantagens. Ser escravo dela e deixar de viver a vida real é realmente triste mas em muitos casos uma realidade. A musica extrema e a real cena underground não é e nem nunca será algo para as massas, então devemos defender e lutar em prol da nossa cena e um dos pontos é justamente não deixar esses pseudo-apoiadores atrapalharem ou se infiltrarem em nossa cena.

14.       Já conheciam o Boqueirão Festival antes do convite pra se apresentar? O que acham de um evento como esse no interior baiano?

(Edu) Sim, acompanhamos o festival e sempre desejamos fazer parte dele. Algumas bandas amigas nossa já participaram de edições anteriores e falaram muito bem do evento, então estamos na maior expectativa para levar o nosso trabalho por essa região e para esse evento pela primeira vez. Acho essencial esse tipo de atitude e iniciativa e torcemos para as coisas evoluírem e se solidificarem cada vez mais.

15.       Sem mais, agradeço a atenção e pra fechar poderia dar uma idéia de como vai ser a apresentação de vocês no festival? Obrigado meu amigo Edu e nos veremos aqui dia 14 de dezembro!!

(Edu) Eu é que agradeço pelo espaço, pela oportunidade e pelo apoio dado a banda. Como disse estamos ansiosos por este evento e iremos apresentar um show cobrindo toda carreira da banda, passando por todos os nossos discos. Esperamos encontrar com todos e todas headbangers da região e fazer uma grande celebração em prol do nosso underground.

Mais informações sobre a banda:https://www.facebook.com/NervoChaos

Imagem

Anúncios

Publicado em 30 de novembro de 2013, em ENTREVISTA e marcado como , , , , , , , , , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: