ENTREVISTA CEDIDA AO INDE, QUE NÃO FOI PUBLICADA POR FALTA DE ESPAÇO.

Confiram ai uma entrevista feita pelo amigo Dercio para o zine xerocado INDE de Ribeira do Pombal/BA, que não foi publicada por falta de espaço. Vamos la…

Como tudo começou: a idéia, o propósito para realizar o Boqueirão Rock Metal Festival?

Bom, primeiramente obrigado pela oportunidade de esta participando deste grande zine, e quanto à idéia do festival, ela surgiu há muitos anos atrás, isso lá prá o início de 2000, mas como não tinha experiência e nem ninguém aqui se propusera a ajudar firmemente na idéia eu dei a idéia na galera de Cipó/BA e lá em 2001 fizemos o Impacto Metal Festival e só no final de 2003, foi que tive a coragem de pegar uma grana minha e com ajuda de alguns amigos, fazer o meu primeiro evento que se chamou Rock N’ Metal Fest, o qual costumo dizer que foi o embrião do que hoje é o Boqueirão Rock Metal Festival. O propósito era e é o de divulgar o movimento na minha cidade, na época só tinha eu e mais uns cinco que curtia um som mas pesado.

Por aqui já passaram bandas de varias localidades. Veja ai à lista:
1° Edição: Scarlet Peace/SE, Blaster/SE, Nuvem Negra/SE, Velhus Decreptus/BA.

2° Ed.: Sanandioma/SE, Enrept/SE, Anomia/BA e Anistia/BA.

3° Ed.: Mortorium/CE, Dark Visions/SE, Wizard Heart/BA E Anistia/BA.

4° Ed.: Crematorium/PE, Peyote/SE, Scarlet Peace/SE, Dark Visions/SE, The Crest/SE, Ultimo Grito/BA, Cogumelos De Avalon/SE e Th’excentricos/BA.

5° Ed.: Storm/BA. Metal Wizard/BA, Dona Benta/BA, The Crest/SE e Dark Visions/SE.

O B.R.M.F. é um festival grande de ampla expressão na região e além, você acredita que este status foi se configurando naturalmente ou estava nos planos inicias do mesmo?

Bom eu não o considero um festival grande. Mas de boa expressão ate que sim, pois sempre procurei divulgá-lo o máximo possível, pois como diz o ditado: “Divulgação é a alma do negócio”.

O B.R.M.F. está encaminhada para a sua sexta edição, quais as principais dificuldades encontradas, ou ainda encontradas para realizar o festival?

Cara, eu não sei bem se ira acontecer este ano à sexta edição, pois desde quando o meu parceiro de guerra, Ricardo, foi “trampar” em Sampa, eu não conseguir arrumar alguém para ajudar na correria em busca de apoios e também este ano coloquei a minha lan, a Metalnet, e não tive tempo de me dedicar mesmo sozinho aos patrocínios e demais coisas que devem ser providenciadas para a realização do festival. Acho que as maiores dificuldades estão em encontra pessoas com o real desejo de ajudar sem interesses financeiros (pois ganhar grana com eventos deste tipo é quase impossível.) e bons apoios para cobrir todos os gastos do evento.

Quanto ao público, a presença deste tem sido satisfatória?

O publico não tem sido totalmente satisfatório, pois ainda é muito pequeno (a média de mais ou menos, 100 pessoas por evento). Felizmente com exceção da primeira edição, que deu prejuízo de R$ 700,00, a bilheteria das outras edições ajudaram a pagar o som e a bateria. É preciso que toda a galera de toda a região se conscientizem de que tem de ir aos eventos que acontecem para assim fortalecê-los e assim, nós que organizamos tenhamos o prazer de continuar, mesmo que sem ganhar dinheiro com os eventos. O que não é o meu objetivo com o Boqueirão Rock Metal Festival! Pois pra mim o que importa é apenas mante-lo vivo!

O que mudou no evento durante estes anos de edições?

A cada edição algumas mudanças foram acontecendo, tanto no sentido de seu reconhecimento quanto na sua aparecia.

Como ocorre o processo de seleção das bandas? Quais bandas estão aptas para participar do festival?

Olha, as bandas são geralmente de amigos que tem bandas ou indicações de alguém. Também tem bandas que entram em contato e mostram interesse em vim tocar pra divulgar o trabalho e assim por diante.  A banda não precisa ter material lançado para tocar no festival, basta existir e se tiver um certo nome na cena (ser conhecida pela galera da cidade e região) já ajuda e muito.

O B.R.M.F. trás sempre bandas de outros estados como já vieram bandas de Sergipe e Ceará, para a próxima edição já tem algo em mente?

Pois é meu caro Decio, desde a primeira edição busquei trazer bandas de outros estados para tocar no Boqueirão… e para a próxima edição não poderá ser diferente, mais prefiro não revelar nada por enquanto. Cara já era pra ter tocado aqui em Cícero Dantas/BA bandas de nome no cenário nacional como Hargos de Minas, Predator do Rio Grande do Sul, Dominus Praelii do Paraná, Morcegos de Alagoas e duas outras de Sampa, que agora não lembro os nomes. Mas o que sempre fudeu foi à falta de ajuda da galera local e patrocínios. Mas também houveram problemas como cancelamento de turnês e falta de um local pra rolar o evento. Mas vamos seguindo e veremos o que o futuro nos reserva!

O fato de haver na grade de atrações do B.R.M.F. bandas de outros estilos de rock isso tem levado o evento a ser alvo de críticas e insatisfações?

Ate que não rola muito disso, mas houve um caso deste de um idiota ir à comunidade e criar uma enquete com a seguinte pergunta “Qm acha q o Bokeirão Rock metal viro Rock punk?”. Pode? O cara ainda escreveu errado! Mas isso é coisa de infantis e que não conhecem muito bem o Rock e muito menos o Metal. Eu sou um ferrenho adorador do Metal, mas isso não quer dizer que eu não ouço ou respeito os outros estilos raízes do underground como o Punk, HC, Blues, Rock n’ Roll e etc. E também é só ver o nome do festival inteiro e vai ver que nele rola tanto Metal quanto outros estilos dentro do Rock. Só idiotas e imbécies não entendem e não respeitam isso! Se não gosta de um determinado estilo é simples: sai e só volte na hora do que gostar, ou não compareça no festival!

Qual seu comentário ou crítica sobre a cena da cidade?

Não acho que aqui tenha um cenário, pois aqui só existe uma galerinha que curte som, o Boqueirão Rock Metal Festival, que acontece uma ou duas vezes ao ano e em termos de bandas, existiram algumas, que não duraram muito tempo como foi o caso da Anjos do Rock (que ate onde sei foi a primeira banda de Rock da cidade – formada por Edinho, que sempre batalhou por isso e que hoje reside em Feira de Santana/BA e esta tocando por la nas bandas Mosaico – Gótico com influencia de Hard Rock e Cold Breeze – Hard n’ Heavy), Th’excenticos, Salt n’ Pepper, Coven e outras, que infelizmente não saíram de alguns ensaios. Atualmente existe uma banda de Pop Rock, feita por uma galera séria e que demonstra muita vontade de seguir em frente, que são os meninos da De Javú. Se isso pode ser chamado de cenário, então este é o cenário de Cícero Dantas.

Qual a grande conquista do B.R.M.F; qual o saldo positivo você destaca?

Conquistas: Te-lo realizado durante todos estes anos e o seu bom reconhecimento perante o cenário.

Saldo: Foram as amizades verdadeiras conquistadas durante estas cinco edições que aconteceram do festival.

Para a galera que for ao B.R.M.F. que estrutura encontrará?

Quem for ao Boqueirão Rock Metal Festival, encontrará uma estrutura de acordo com o tamanho do festival e de boa qualidade para as bandas fazerem a parte delas em cima do palco. Não posso prometer uma super estrutura, mas farei o possível para que seja descente e de boa qualidade!

Quais outras atividades alem do B.R.M.F. você faz no cenário?

Há 10 anos eu edito o Odicelaf Zine, que não circula aqui na cidade e nem pela região, mas em todo território nacional e ate fora do país.

Odicelaf Zine é exclusivamente dedicado ao Metal e também é o nome de uma Compilation em CDr, Distro (algo como uma distribuidora de CDs, demos, zines e etc) e Produtora do Boqueirão Rock Metal Festival. Odicelaf já é conhecido em todo o Brasil e ate mesmo fora. Já recebi cartas e matérias da Grécia, Itália, Espanha, Holanda, Irlanda, Suécia, Alemanha, EUA, Chile, Paraguai e outros. Alem de entrevistar bandas de nome na cena nacional e internacional como Hirax (EUA), Torture Squad, Headhunter D.C, Taurus, Imago Mortis, The Orther, Black Oil (EUA), After Oblivion (Bósnia), Ravenland (Grécia), Wisdom (Paraguai), Ungodly, Mad Dragzter e muitas outras. Visitem o blog zine: http://www.odicelaf.blogspot.com e vejam entrevistas comentários e catalogo com vários matérias do underground nacional e gringo. Também faço o blog: http://www.agresterockunido.blogspot.com, onde divulgo bandas de todos os estilos dentro do Rock e principalmente de nosso agreste e mas recentemente iniciei a Metalnet Prod. com a qual tou organizando uma caravana para o show de Blaze Bayley (ex. vocalista do Iron Meiden) em Aracaju/SE.

Adauto muito obrigado, boa sorte nesta nova edição e vida longa ao BOQUEIRÃO ROCK METAL FESTIVAL!!!!

Eu quem agradesço caro amigo Decio, Correia e todos que fazem este grande zine do nosso agreste, que é o INDE. Agradesço também a todos que ajudaram e compareceram a todas as edições do Boqueirão Rock Metal Festival, que não é meu como muitos pensam, mas de todos.Agradeço a todos que participam seja comprando o ingresso ou ajudando em algo para que ele aconteça! Os interessados em saber mas ou manter contato, se tiver Orkut pesquise pelo nome do festival ou pelo meu nome. Também tenho perfil em outros sites de relacionamentos como o Sônico, Hi5, myspace e etc. Segui ai alguns links: 
www.myspace.com/boqueiraofestival http://boqueiraofestival.spaces.live.com

 http://odicelaf.hi5.comhttp://www.sonico.com/Adauto_Dantas FOTOS: www.flogao.com.br/odicelaf

CONTATOS: boqueiraormfest@gmail.com

MSN: boqueiraorockmetalfestival@hotmail.com

ADAUTO DANTAS – PRODUTOR E COORDENADOR DO BOQUEIRÃO ROCK METAL FESTIVAL.

Anúncios

Publicado em 28 de agosto de 2009, em ENTREVISTA. Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: